A Cena – Marcos e Matteus

26
Published on 2 de julho de 2022 by

Que cena, são dez irmãos reunidos,
Com ódio estão decididos,
Prontos pra atacar José,
O sonho causou um tumulto,
Tornou-se um insulto,
Mas não o bastante pra abalar a fé,
Vamos matar um dizia e sorria,
Alguns concordavam, os outros temiam,
Decidem lançá-lo na cova,
Mas tudo Deus via.

Que cena, da cova José foi tirado,
Tornou-se um escravo,
E por uma calúnia foi para prisão,
Mas o roteiro do sonho,
Por José sonhado,
E por Deus dirigido estava em construção,
José na prisão permanece calado,
Deus quebra o silêncio,
E confunde o reinado,
O sonho do rei por um preso,
Foi interpretado.

Deus quebra o protocolo e honra o sonhador,
José sai da prisão pra ser governador,
Deus Deu tempo ao tempo e José entendeu,
Que tudo acontece no tempo de Deus,
Quem estava na cova se assentou no trono,
Já não é mais escravo, até mudou de nome,
Quem estava distante soube da história,
E quem estava perto de alegria chora.

Um fala, foi Deus, quem mudou toda cena,
O outro, foi Deus quem rasgou a sentença,
Quem sabe o carcereiro que prendeu José,
Chorando diz pra ele, Deus honrou tua fé,
Tentaram segurar mas, aumentou o impulso,
Tentaram bloquear mas, Deus mudou o percurso,
Pro topo da escada Deus chamou José,
E Ele não saltou nem um degrau se quer.

Vale a pena esperar,
No senhor confiar,
Quem virava o rosto agora vê José Acenar. (Governar)

Artista