Chagas Abertas – ID2

331
Published on 21 de setembro de 2019 by

Habita dentro em mim, Silencia dentro em mim
Como um Rio de Paz me consolar
Resplandece a tua face em mim, pra que eu trate a todos como irmãos
Daí-me um coração capaz de perdoar

Que nesse campo deserto do meu coração
A Aridez do cansaço não vença a oração
Que minha fé desperte pela tua cruz e ressurreição.

Pelas chagas abertas do teu sagrado coração
Que eu creia nas tuas promessas e infinita compaixão
Que eu não me perca em vaidades, em qualquer direção
Pois eu percebo que Te amar, é andar na contramão
Que eu vença os meus medos, que eu lhe entregue os meus segredos
Que em teus feitos senhor, eu perceba ser um dos milagres teus
Um dos milagres teus

Artista