Dependo – Marilza Oliveira

397
Published on 18 de abril de 2019 by

Tu pode senhor, te dou a liberdade
Pode me testar
Levarei o meu sacrifício no teu Moriá
Meu melhor senhor, quero te entregar
Não vou te negar, não vou te negar

Tu me conheces bem mas o homem não
Só tu podes sondar o meu coração
O que me mandares fazer, farei
Em ti eu sempre confiarei

Em teu altar eu coloco todos os meu sonhos
Porque quero viver somente os teus planos
Tomo o meu Isaque sacrificarei
Com ele ou sem ele eu ti adorarei

Pode me testar, eu vou te adorar
Pode falar, eu vou te escutar
Vou te obedecer, pode até doer
Mas é melhor fazer o teu querer

Mesmo que a figueira não florescer
Eu não vejo nada acontecer
Vou me alegar mesmo sem eu ver
Vou te adorar enquanto eu viver

Enquanto eu viver

Dependo do teu sim, Senhor
Dependo do teu não
Dependo da tua presença
Dependo da tuas mãos

Dependo da tua voz, Senhor
Dependo dos teus olhos
Dependo de ti Senhor
Dependo de ti Senhor

Enquanto eu viver
Eu vou ti adorando Senhor
Enquanto eu viver

Artista