És Bem-vindo – Tainá Coelho

80
Published on 20 de maio de 2021 by

Tem Festa na Igreja e o convidado já chegou
Tem crente orando há muitos dias
e não cessa o clamor
Joelhos dobrados bancos molhados pra me receber

Tem línguas estranhas antes do evento acontecer
Eu já estou aqui há muito tempo
Eu fui convidado muito antes do evento
Minha igreja se preocupou em me agradar
O convidado mais ilustre sou Eu
Ouvi alguém me chamar

Eu ouvi seja bem-vindo Senhor
Eu ouvi fica aqui o grande “Eu Sou”
Eu ouvi nada acontece sem ti
Eu ouvi fica à vontade aqui

Eu ouvi a festa é tua a casa é tua
Eu ouvi glória, glória, aleluia.
Eu ouvi fica em nosso meio
Vem com cura

Então eu já cheguei, eu já entrei
Estou enchendo esse lugar de glória
Eu encontrei um ambiente preparado
Pra receber vitória
Eu trouxe cura, milagre,
e avivamento.
Receba agora, a casa estou enchendo
Receba poder
Receba renovo
Receba agora o que eu derramo em dobro

Quem me busca, acha
Quem bate eu abro
Quem chama eu venho
Quem pede eu dou.

Quem se humilha eu exalto
O excluído eu escolho
O desonrado eu honro
Eu mando “Eu Sou”

Se apagam Eu escrevo
Se não chamam Eu chamo
O desprezado Eu abraço
O julgado Eu amo
Eu ordeno e assino quando sou bem-vindo

Eu vim dizer: seja bem-vindo Senhor
Eu vim dizer: fica aqui o grande “Eu Sou”
Eu vim dizer: nada acontece sem ti
Eu vim dizer: fica à vontade aqui
Eu vim dizer: a festa é tua a casa é tua
Eu vim dizer: glória, glória, aleluia.
Eu vim dizer: fica em nosso meio
Vem com cura!

Então eu já cheguei, eu já entrei
Estou enchendo esse lugar de glória
Eu encontrei um ambiente preparado
Pra receber vitória

Eu trouxe cura, milagre, trouxe o avivamento
Receba agora a casa estou enchendo
Receba poder
Receba renovo
Receba agora o que eu derramo em dobro

Quem me busca, acha
Quem bate eu abro
Quem chama eu venho
Quem pede eu dou
Quem se humilha eu exalto
O excluído eu escolho
O desonrado eu honro
Eu mando “Eu Sou”

Se apagam Eu escrevo
Se não chamam Eu chamo
O desprezado Eu abraço
O julgado Eu amo
Eu ordeno e assino quando sou bem-vindo

Se sou bem-vindo Eu abro o céu
Se sou bem-vindo Eu abro o mar
Se sou bem-vindo acalmo a tempestade
E faço a terra parar.

Se sou bem-vindo eu desço, apareço
Eu Sou o Oleiro, sou o carpinteiro
Sou tudo que você precisa
O fim e o começo
O fim e o começo

Artista