Lágrimas – Juninho Black

503
Published on 2 de abril de 2019 by

Porquê ta tão difícil admitir o erro?
Porquê ta tão difícil abandonar o medo?
Porque ta tão difícil amar?
Lágrimas, ho, ho, hoo

Não vivo respondendo, qualquer objeção
Eu sigo a minha vida, sem tua opinião
Porque ta tão difícil amar?
Lágrimas, ho, ho, hoo

Porquê ta tão difícil admitir o erro?
Porquê ta tão difícil abandonar o medo?
Porque ta tão difícil amar?
Lágrimas, ho, ho, hoo

Santificados pelo passos, não foi por acaso
Foi contra correnteza, me livrei dos meus pecados
Agora quebrantado evidente mal olhado
Dei – me incetivo pelos maus intencionados, ao lado, estado perto do perigo
Sem olhar pra traz me capacito outro nível
Perdido eu não me sinto como no passado
Hoje eu estou livre da corrente do mais tratos
Nivelado, ao estágio superior, a paz e a alegria que Jesus me colocou
Me interpretou não pela vida que eu levava
Mas, me resgatou do corte fundo da navalha
Me interpretou não pela vida que eu levava
Mas, me resgatou porque um escolhido não escapa
Me interpretou não pela vida que eu levava mas me resgatou
Do corte fundo… Ho, ho, hoo
Ho, ho, ho

Artista