O Nilo – Kleber Lucas

113
Published on 22 de janeiro de 2020 by

Há um rio que sacia a sede dos sedentos
Fonte de vida, como o nilo, que sacia
Às margens desse rio há vida, cidades, vida
Poesia e vida
Alegria e vida
E vida

E quem quiser beber da água que ele dá
E quem quiser fluir, e quem quiser fluir
E quem quiser dançar, e quem quiser beber

E quem tem sede, vem
E quem tem sede, vem

E quem quiser beber da água que ele dá
E quem quiser fluir, e quem quiser beber
E quem quiser dançar, e quem quiser fluir

E quem tem sede, vem
E quem tem sede, vem

Autor