Paraquedas – Paulo Sérgio

32
Published on 5 de novembro de 2021 by

Quem me olha por fora
Pensa que cheguei agora
Não conhecem os caminhos
Que eu enfrentei

Não conhecem minha história
Mas eu tenho na memória
Grandes vales e desertos
Por onde passei

Pensam isso é só momento,
Momento passa como o vento
Mas minha casa
Não é firmada na areia

A rocha é meu sustento
Pão da vida o alimento
Eu não cheguei aqui
Por brincadeira

Os teus sonhos
Ele me faz sonhar
Me chamou pra viver

Os teus sonhos
Eu era terra seca
Ele me fez florescer

Os teus sonhos
Confesso até doeu
mas eu aceitei viver

Os teus sonhos
Vão prevalecer

Não foi de paraquedas
que chegue aqui
Foi o Senhor com graça que me fez subir
Eu tive que descer, chorar, gritar, perder
Cada ferida aberta virou cicatriz

Não foi de paraquedas que cheguei aqui
Foi o senhor com graça que me fez subir
Não consigo explicar mas eu posso afirmar
o sonho que Deus sonha é melhor pra mim

Artista