Perdão – Paulo César Baruk

178
Published on 18 de julho de 2018 by

Pai, eu quero aprender a amar, mas
é tão difícil não julgar
E abrir mão do meu direito de justiça
Não posso condenar
Se a Tua escolha é perdoar

Me ensina a oferecer perdão
E a me parecer contigo em compaixão
Deus, livra-me de mim
Guarda o meu coração
Pois nas vezes em que tropeço
Tenho em Ti, o que mais peço
Perdão e misericórdia me alcançam
E lançam, pra bem longe de mim, a acusação

Se confesso meus pecados
Sou por Deus, justificado
Deixo a culpa sob a cruz
Sou liberto por Jesus
Encontrei em seu olhar
Tanto amor pra recomeçar
Deixo o fardo sob a cruz
Sigo os passos de Jesus

Me ensina a oferecer perdão
E a, me parecer contigo em compaixão
Deus, livra-me de mim
Guarda o meu coração
Pois nas vezes em que tropeço
Tenho em Ti o que mais peço
Perdão e misericórdia me alcançam
E lançam, pra bem longe de mim, a acusação

Se confesso meus pecados
Sou por Deus, justificado
Deixo a culpa sob a cruz
Sou liberto por Jesus
Encontrei em seu olhar
Tanto amor pra recomeçar
Deixo o fardo sob a cruz
Sigo os passos de Jesus

Posso amar, perdoar

Se confesso meus pecados
Sou por Deus, justificado
Deixo a culpa sob a cruz
Sou liberto por Jesus
Encontrei em seu olhar
Tanto amor pra recomeçar
Deixo o fardo sob a cruz
Sigo os passos de Jesus

Posso amar, perdoar
Posso amar, perdoar




  • Artista Tag