Quem Me Vê Cantando – Lucas Roque e Gabriel

58
Published on 5 de maio de 2022 by

Quem me vê cantando
Pensa que em todo o tempo foi só alegria
E que nesta vida nunca tive motivos pra chorar
Quem me vê cantando nunca imagina
Que passei noites escuras
Pensa que minha vida foi viver feliz e só cantar
Mas não foi bem assim
O deserto atravessei
Os pés doendo com as feridas dos espinhos
E quantas vezes eu gritei
Porque a dor não suportei
Deus, eu vou morrer neste caminho
Mas quando eu pensava que estava só
O Todo-Poderoso aparecia
E renovava as promessas
Me lembrava do que Ele fez
E palavras de conforto, me dizia
Lembra da nuvem de dia, fui Eu
Lembra da coluna de fogo, fui Eu
Eu fiz pedra jorrar água pra você beber
Lembra do maná do céu, fui Eu
Lembra do caminho do meio do mar
Canta, pois sou Eu quem cuido de você
Ninguém vai te tocar
Ninguém vai te deter
E se te acusar, Eu defendo você
Eu te abençoo aqui, Eu te abençoo lá
Onde pisar teu pé, abençoado será
Eu dou, Eu tomo, exalto, humilho
Abato e honro, dou e tiro
Tenho, faço, mando, posso, Eu sou
Eu sou
Eu posso matar, Eu faço viver
Eu posso exaltar, Eu posso abater
E se Eu quero te abençoar
Quem vai contender?
Lembra da nuvem de dia, fui Eu
Lembra da coluna de fogo, fui Eu
Eu fiz pedra jorrar água pra você beber
Lembra do maná do céu, fui Eu
Lembra do caminho do meio do mar
Canta, pois sou Eu quem cuido de você
Ninguém vai te tocar
Ninguém vai te deter
E se te acusar, Eu defendo você
Eu te abençoo aqui, Eu te abençoo lá
Onde pisar teu pé, abençoado será
Eu dou, Eu tomo, exalto, humilho
Abato e honro, dou e tiro
Tenho, faço, mando, posso, Eu sou
Eu sou
Eu posso matar, Eu faço viver
Eu posso exaltar, Eu posso abater
E se Eu quero te abençoar
Quem vai contender?

Artista