Tempo de Cantar – Obede e Tainá

354
Published on 23 de outubro de 2019 by

Sei que não é fácil adorar em meio a luta
Sei não é fácil adorar na tribulação
É tão difícil adorar no deserto
Quando todos te abandonam com apenas agua e pão
Mas mesmo assim
ouço a voz que me convida a adorar
Mesmo na dor, meu louvor não deixarei de entoar
(Ouça Deus te dizendo)

Não pare! Levanta não desanime
há um novo tempo pode crer
Prossiga, descansa
está surgindo coisa nova de Deus pra você

É tempo de cantar
é tempo de adorar
mesmo passando no vale eu não calar
Com os meus pés ferido corpo abatido
nada me impede eu vou adorar
Como Paulo e Silas dentro da prisão
mesmo amarrado os seus pés e mãos
Não pode deter um adorador cheio da unção!

Não é a prisão que vai me parar
não são as correntes que vão me amedrontar
Pois o meu Deus é Grande Forte
Poderoso seu nome é Jeová
Jesus esta indo agora em tua direção
está te levantando. Te enchendo de unção
Recebe força agora está vindo do Céu
para tua vida irmão!
Pois estou agindo hoje a teu favor
quem está Falando aqui é o teu Senhor
Não pare de dar Glória pois teu cativeiro
Ele já mudou
Então recebe Glória, virtude
poder hoje tem renovo pra tua vida pro teu ser
Unção para curar, unção pra libertar
através da tua adoração, cadeia cairá
O inimigo já perdeu o Nosso Deus
foi quem venceu, por isso não paro de adorar
Então adora, Exalta, Glorifica
Digno é o Senhor
Então adora, adora, adora, adora
Exalta, Exalta, Exalta
Glorifica digno é o Senhor
Glorifica! Digno é o Senhor de todo louvor.

Artista