Tua Casa – ID2

587
Published on 22 de junho de 2019 by

Tudo que eu preciso é esvaziar o meu coração
Como um recém nascido em teu altar eu choro a minha dor
Eu não sei falar apenas sei chorar

Arrependido e sem palavras pra expressar
Teu silêncio vem me explicar

Que tua misericórdia pode ver
Muito além dos olhos enxergar
Transcendente ao tempo e a razão
Não há medidas para a tua compaixão
Em meu nascimento estava lá
Quando eu respirei estava lá
Naquele dia em que eu cai pelo o que errei
Em silêncio o Senhor estava lá

Barulhento é lá fora
Eu preciso estar aqui
Na paz de tua casa, nessa paz que vem de tua existência
Silenciosamente me abraçar

Arrependido e sem palavras pra expressar
Teu silêncio vem me explicar

Que tua misericórdia pode ver
Muito além dos olhos enxergar
Transcendente ao tempo e a razão
Não há medidas para a tua compaixão
Em meu nascimento estava lá
Quando eu respirei estava lá
Naquele dia em que eu cai pelo o que errei
Em silêncio o Senhor estava lá

Artista