Tudo É Vaidade – Oficina G3

735
Published on 11 de janeiro de 2017 by

Mais um ato, encenação
Em um palco, distrações
Personagens que não sabem o que são
Para alguns mais um refrão
Definindo o que não sou
Nessa música que canto sem notar

No ato final, fecham as cortinas
Abrem-se os olhos pra entender
No aplauso final, o dissabor
Tudo ilusão

Hey! Acorda
Que já é hora
De compreender que tudo é vaidade
Hey! Entenda
E pare agora
De correr sempre atrás do vento

Alma em decomposição
Uma vida, encenação
Que apodrece tudo que está ao seu redor
Quantas peças pra atuar?
Personagens a usar?
Vaidades que afastam-nos de Deus

No ato final, fecham as cortinas
Abrem-se os olhos pra entender
No aplauso final, o dissabor
Tudo ilusão

Hey! Acorda
Que já é hora
De compreender que tudo é vaidade
Hey! Entenda
E pare agora
De correr sempre atrás do vento

Hey! Acorda
Que já é hora
De compreender que tudo é vaidade
Hey! Entenda
E pare agora
De correr sempre atrás do vento

Hey! Acorda
Que já é hora
De compreender que tudo é vaidade
Hey! Entenda
E pare agora
De correr sempre atrás do vento
(Atrás do vento)
Atrás do vento

Artista Tag

Add your comment

Your email address will not be published.

três × 2 =